Dar sangue faz a diferença! 11 Jul

Dar sangue faz a diferença!

A Fundação PT sensibilizou os colaboradores PT para a participação nas campanhas de recolha de sangue e os resultados fizeram a diferença: 9 iniciativas de recolha, 460 dadores inscritos e 340 unidades de sangue recolhidas.

De acordo com as entidades oficiais, Portugal tem como reserva todos os tipos de sangue em níveis suficientes para assegurar mais de sete dias de necessidades. Contudo, há motivos para motivar a captação e solidariedade de novos dadores: as estatísticas divulgadas no portal do Ministério da Saúde revelam que o número de novos dadores que se inscrevem a cada ano para doar sangue tem estado a diminuir e que uma das causas pode estar relacionada com o envelhecimento da população.

Este ano, a Organização Mundial de Saúde assinalou o Dia Mundial do Dador do Sangue, no passado dia 14 de junho, com a importância da doação em tempo de crise, numa clara referência aos desastres e conflitos mundiais. O apela da OMS foi direto: “Não espere que os desastres aconteçam. O que pode fazer? Dê sangue, dê já, dê com frequência”.

Esta campanha pretende evidenciar o papel dos dadores no apoio à vida de outros que, em situações de emergência, requerem consideráveis cuidados de saúde. Na última década, as catástrofes causaram mais de 1 milhão de mortes e mais de 250 milhões de pessoas foram afetadas por desastres naturais, como terramotos, inundações e tempestades.

Atrair dadores mais jovens é por isso, um dos objetivos das entidades responsáveis a nível nacional que embora reconheçam, a existência de um banco de dadores com idade abaixo dos 25 anos, é importante garantir que esta adesão se mantém ou aumenta.

Alinhada com esta campanha, a Fundação PT procura estimular a adesão de colaboradores PT , evidenciando sempre que dar sangue voluntariamente, é um ato de generosidade que faz a diferença porque salva vidas.

 

Facebook Twitter Google+